EM TEMPOS DE PANDEMIA, DOCENTE DA UNIFIPA DÁ DICAS SOBRE DIETA

Mauro Assi terça-feira, 31 de março de 2020

Centro Universitário Padre Albino

A disseminação do coronavírus (COVID-19) é uma preocupação global e torna-se essencial a adoção das medidas preventivas e protetivas indicadas pelo Ministério da Saúde.

 

De acordo com a Profa. Me. Maria Angela Figueiredo Tuma, docente de Nutrição nos cursos de Educação Física, Medicina e Enfermagem da UNIFIPA, não existem protocolos técnicos nem evidências científicas que sustentem alegações de dietas ou alimentos milagrosos. “Certamente, uma alimentação rica em micronutrientes (minerais e vitaminas) associada a substâncias bioativas (não nutrientes) presentes em alimentos que possuem atividade de redução do risco de doenças, se utilizados de forma habitual, podem condicionar um sistema imunológico mais eficiente, com menor risco de doenças”, disse Maria Angela. Ela lembra que um único alimento/nutriente não tem esse efeito e sim é preciso ter alimentação equilibrada e estilo de vida saudável!

 

De acordo com Profa. Maria Angela, alguns nutrientes podem dar suporte à nossa imunidade e informa quais são, inclusive ressalta que devem fazer parte do nosso prato:

 

- Vitamina D: peixes e ovos;

 

- Vitamina E: azeite de oliva extra virgem, castanhas, avelã, semente de girassol, abacate;

 

- Vitamina A: cenoura, batata doce, folhas de brócolis, manga e couve;

 

- Vitamina C: a falta dela contribui para quadros de infecções respiratórias. São alimentos ricos o kiwi, goiaba, brócolis, frutas cítricas, frutas vermelhas, talos da couve, salsa. 100 ml de suco de laranja pera fornece 73,30 mg de ácido ascórbico, sendo que a orientação é ingerir diariamente 75 mg, no caso das mulheres, e 90 mg, homens.

 

- Zinco: sementes, castanhas, amêndoas, cereais integrais, casca da tangerina;

 

- Ômega-3: peixes, castanhas, amêndoas, nozes, sementes, beldroega;

 

- Compostos bioativos (antioxidantes e anti-inflamatórios): frutas, verduras, legumes e sementes em geral;

 

- Prebióticos (cebola, alho, farinha de banana verde, batata doce, batata yacon) e fibras (cereais integrais, frutas, verduras, legumes, sementes) para a saúde do intestino;

 

- Ervas e especiarias: chá verde, gengibre, cúrcuma, alho.

 

Por fim, Profa. Maria Angela diz que também é fundamental a boa hidratação. “Não é o momento de dietas restritivas; utilize bons cereais integrais (raízes, legumes e frutas); evite alimentos industrializados; coma comida de DEUS”, recomenda, acrescentando que é importante ter bom sono, intestino saudável e atividade física regular!

 Foto: Profa. Maria Angela Figueiredo Tuma

Galeria


bcurso edflicenciatura


Rua dos Estudantes, 225
Cep: 15809-144 - Catanduva / SP
(17) 3311-3328

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ALBINO - UNIFIPA